100%

Histórico da Câmara

COMO TUDO COMEÇOU

A 1ª posse da Câmara Municipal de Vereadores de Silveira Martins (CMVSM) aconteceu no dia 01 de janeiro de 1989, no dia seguinte (02 de janeiro de 1989) os Vereadores eleitos se reuniram e realizaram na Secretaria do Clube Agrícola e Recreativo de Silveira Martins a 1ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal. Além dos Vereadores eleitos, a Sessão contou com a presença do 1º. Prefeito do Município, Dr. Cleomar Agostinho Balen.

Os primeiros 09 vereadores eleitos são os seguintes: Cesar Augusto Zago Vedoin; Gilberto Dellaméa (Betinho); Idi Weber; Jandir Luiz Weber; José Zanini (Zequinha); Newton Cecil Guerino (falecido); Santo Agostinho Balen (falecido); Tereza Juraci Maffini Rigo Zanini; Vilson Antonio Anversa. A 1ª Mesa Diretora da CMVSM foi constituída por concenso da mairia absoluta dos votos, e teve como 1º Presidente o Sr. Newton Cecil Guerino que já possuía experiência política, pois foi Vereador em Santa Maria. O 1º Vice-Presidente foi o Sr. Vilson Anversa; O1º Secretario foi a Srª.Tereza Rigo Zanini; O 2º Secretario foi o Sr.Cezar Augusto Zago Vedoin.

Os assessores da Câmara na 1ª. Legislatura foram o Sr. Orlando Reis Real de Andrade, aposentado da Câmara de Santa Maria e a Srª. Elenice Callegaro (Duca) que era responsável pela contabilidade. Quando a Vereadora Tereza Juraci Maffini Rigo Zanini assumiu a presidência que na época era de dois em dois anos; Optou por demitir o Sr. Orlando Reis Real e em seu lugar, admitiu o Sr. Valdeci Romano Dotto (Maninho) que permaneceu no cargo até o final do 3º Mandato.

A Câmara de Vereadores não possuía funcionários contratados para cuidar da limpeza, os Vereadores pagavam as pessoas (diaristas) com o próprio salário. Atualmente a Câmara possui funcionários e estagiários contratados e pessoal de Cargo de Confiança.

O nome dado a Sala da Presidência foi sugestão de alguns dos primeiros Vereadores, já que a Família doou todos os balcões e movéis da Câmara e este nome “Atílio Fontana” tem ligação com Silveira Martins. O 1º. Prédio a ser ocupado pela CMVSM foi de aluguel, numa casa antiga de propriedade do Sr. Gino e da Srª. Ilda Bovolini. Depois de lá se mudou para o Pippi onde atualmente tem a Loja da Neusa Presentes.

Inicialmente, o local que sedia a Câmara de Vereadores de Silveira Martins foi uma escolinha chamada “Brisoleta” que estava na praça central e foi levada para onde se encontra hoje. Pelo prédio ser muito antigo resolveram deixá-lo com a função de depósito e o Estado construiu este prédio, onde funcionou a Escola Estadual Tereza Cristina.

Quando se conseguiu o 2º Grau (atual ensino médio), as irmãs da Congregação Imaculado Coração de Maria cederam o espaço do Centro Cultural. Veio então à questão e o Estado resolveu juntar o 1º e 2º Graus e ficar uma escola só.

A Escola de 1º e 2º Graus Bom Conselho, até então, o prédio onde está a Câmara ficou vazio, com a emancipação do Município, na prefeitura funcionava a “Cíntia”, um órgão do Estado que cuidava de atender estradas. Logo no Governo Britto a “Cíntia” foi extinta e a prefeitura se mudou para o local que foi desocupado, sobrando o prédio da atual Câmara, para que funcionasse o Legislativo e outros órgãos como: Emater, Sindicato, Câmara e algumas secretarias.

Nas primeiras Legislaturas aconteceu muita coisa, os Vereadores tiveram muito trabalho. A partir de então, foi elaborada e escrita a “Lei Orgânica” (Lei Maior do Município), o que foi muito trabalhoso. A Srª. Tereza Juraci Maffini Rigo Zanini teve de ir ao Rio de Janeiro para um Curso de 03 dias por conta do Instituto Brasileiro de Desenvolvimento a convite de D. Ivo, era um Curso Internacional de Vereadores e foi muito proveitoso para as atividades voltadas ao exercício político.

Fonte: Srª. Tereza Juraci Maffini Rigo Zanini (Pedagoga, Especialista em Orientação Educacional, Psicopedagoga Clinica, Parapsicóloga, Psicanalista, Terapeuta e Ex-vereadora desta Casa Legislativa).


SOBRE O NOME DADO AO PLENÁRIO DA CÂMARA DE VEREADORES

O nome dado ao Plenário da Câmara de Vereadores de Silveira Martins, GETÚLIO VARGAS foi de acordo com o Decreto Legislativo 001/93 que “Dá nome a Sala do Plenário e cria a Galeria dos Ex- Presidentes da Câmara de Vereadores de Silveira Martins Rio Grande do Sul”. Art.1. A sala do Plenário da Câmara de Vereadores de Silveira Martins, Estado do Rio Grande do Sul, passa a denominar-se PLENÁRIO GETÚLIO VARGAS, em homenagem ao Grande Estadista Getúlio Vargas.

Fonte: Câmara de Vereadores de Silveira Martins.

Histórico da Câmara

Histórico da Câmara